Estresse

Considera-se como estresse uma resposta temporária a uma situação de emergência, ou seja, a repercussão mental e física de situações que causam angústia, irritabilidade ou excitação. O estresse faz parte da vida, na medida em que está envolvido em seus diversos aspectos, tanto positivos como negativos, ou seja, desde ganhos, mudanças de ambiente, festas, disputas e encontros, até perdas, rotina com sobrecarga de trabalho e frustrações.

Após um estresse positivo, o indivíduo experimenta uma sensação de relaxamento, no entanto, após um estresse negativo o que surge é uma situação de alerta prolongado com diversas conseqüências negativas para o organismo.

Dentre os efeitos do estresse sobre o organismo destacam-se:

 Freqüentes dores de cabeça.

 O indivíduo sente um aumento na tensão e dor na musculatura dos ombros e pescoço

 Muitas vezes tende a cerrar os dentes com força enquanto dorme (bruxismo)

 Distúrbios da digestão.

 Queixas digestivas e perda do apetite podem surgir

 Manifestações emocionais

 Ansiedade, tristeza, nervosismo, depressão, fadiga mental

 Irritabilidade e incapacidade para relaxar

 Dificuldade para tomar decisões e esquecimentos freqüentes

 Dor no peito, boca seca, palpitações, mãos frias e tremores

 Elevação da pressão arterial e outras conseqüências cardiovasculares

 Distúrbio do sono.

 A maior parte dos pacientes acorda com a sensação de não ter dormido à noite

 Em alguns casos ocorre a insônia, em outros a sonolência excessiva

 O fato de dormir mal à noite acarreta sonolência diurna

 O sono superficial acarreta decréscimo da produtividade e alteração da memória

 Aumento no uso de álcool e medicações

 Aumento no número de acidentes, frutos da desatenção

 A queda da imunidade favorecendo a instalação de uma série de doenças

Como evitar o estresse:

 Estabeleça metas realistas e tente cumpri-las.

 Nada de se sobrecarregar ou superestimar as próprias capacidades

 Inclua nas suas metas a atividade física e uma rotina saudável

 Listar as metas de acordo com a prioridade.

 Deixe para amanhã o que não se necessita fazer hoje

 Questione sempre a necessidade ou utilidade de suas atribuições